RHI Magnesita recicla mais de 17 mil t.

PorAGEGO Goiás

RHI Magnesita recicla mais de 17 mil t.

 

REFRATÁRIOS

RHI Magnesita recicla mais de 17 mil t.

A RHI Magnesita reciclou mais de 17 mil toneladas de resíduos refratários no ano passado, o que representa 4,3% do total produzido em sua operação na América do Sul. Com isto, a companhia evitou a emissão de 25,5 mil toneladas de CO2. Neste ano, a RHI Magnesita já reciclou volume superior a 9,7 mil toneladas de produtos. A meta para este ano é utilizar 6,2% de materiais reaproveitados.

A empresa coleta resíduos refratários dos clientes (indústrias de aço, vidro e cimento) e encaminha para a unidade de Coronel Fabriciano (MG), onde os materiais passam por vários processos de tratamento, como seleção, limpeza, britagem e, por fim, destinação para unidades fabris que reutilizam os resíduos tratados como matéria-prima na produção de novos refratários. “A economia circular é parte fundamental para alcançarmos nosso compromisso de reduzir em 10% a emissão de CO2 de nossa produção no mundo todo até 2025”, explica Francisco Carrara, Vice Presidente de Operações das Américas.

O executivo explica ainda que a reciclagem é estratégica para a RHI Magnesita até 2021, pois pretendem incluir 10% desse tipo de material na produção sul-americana. “Para atingir esse objetivo, estamos trabalhando para desenvolver produtos com mais volume de materiais reutilizados”.

A reutilização dos materiais evita novas extrações e queimas de minérios e dessa forma diminui a emissão de CO2. A reciclagem de resíduos já é feita pela RHI Magnesita há mais de dez anos e esse processo acontece em mais duas outras plantas no mundo: Índia e Veitsch, na Áustria.

Fonte: Brasil Mineral

Sobre o autor

AGEGO Goiás editor